an online Instagram web viewer
  • cenasdateledramaturgia
    Cenas da Teledramaturgia BR.
    @cenasdateledramaturgia

Images by cenasdateledramaturgia

"É preciso dizer que o texto de #TempodeAmar (#TVGlobo), finalizado por #AlcidesNogueira, o Tide, como o tratam os amigos, tem embocadura, ou seja, cai bem na boca dos atores, com diálogos muito bem concatenados. E tornar um texto de época palatável, sem resvalar nem de longe na vulgaridade do discurso contemporâneo, é uma arte para poucos." Cristina Padiglione, do TelePadi | Folha de São Paulo
"É preciso dizer que o texto de #TempodeAmar  (#TVGlobo ), finalizado por #AlcidesNogueira , o Tide, como o tratam os amigos, tem embocadura, ou seja, cai bem na boca dos atores, com diálogos muito bem concatenados. E tornar um texto de época palatável, sem resvalar nem de longe na vulgaridade do discurso contemporâneo, é uma arte para poucos." Cristina Padiglione, do TelePadi | Folha de São Paulo
xSay2
"Não sou uma pessoa extrovertida, sou tranquilo, calmo, mas tenho alma e temperamento latinos. Sou caloroso e transfiro isso, inevitavelmente, para os meus personagens. Está sendo duro esconder tudo isso, lidar com esse ser absolutamente árido, gélido, áspero, com cara de nada, impenetrável. Fico atento em todos os momentos, porque para mim é muito difícil dissociar o gesto e a expressão da palavra. É um exercício constante de contenção, mas eu me sinto com um frisson de adolescente para viver essa incógnita que é para mim o Renato Villar. Ainda bem. Deus me livre de achar que eu sei fazer tudo”, disse #TarcísioMeira à reportagem do jornal O Globo [24/08/1986]. Que venha a exibição de #RodadeFogo no #CanalViva!
"Não sou uma pessoa extrovertida, sou tranquilo, calmo, mas tenho alma e temperamento latinos. Sou caloroso e transfiro isso, inevitavelmente, para os meus personagens. Está sendo duro esconder tudo isso, lidar com esse ser absolutamente árido, gélido, áspero, com cara de nada, impenetrável. Fico atento em todos os momentos, porque para mim é muito difícil dissociar o gesto e a expressão da palavra. É um exercício constante de contenção, mas eu me sinto com um frisson de adolescente para viver essa incógnita que é para mim o Renato Villar. Ainda bem. Deus me livre de achar que eu sei fazer tudo”, disse #TarcísioMeira  à reportagem do jornal O Globo [24/08/1986]. Que venha a exibição de #RodadeFogo  no #CanalViva !
O saudoso #RaulCortez e #BethGoulart eram Joaquim e Débora Gama, pai e filha em #BailaComigo (#TVGlobo 1981), história de #ManoelCarlos com a direção de #RobertoTalma e #PauloUbiratan. Vale a pena ver de novo!
♪♫ Meu Deus! Meu Deus! Se eu chorar não leve a mal. Pela luz do candeeiro, liberte o cativeiro social. Não sou escravo de nenhum senhor. Meu Paraíso é meu bastião. Meu Tuiuti o quilombo da favela é sentinela da libertação ♬ ♪#ParaísoTuiuti ecoando o grito do POVO brasileiro. A campeã dos nos nossos corações e, o mais importante, já entrou pra história. 👏❤
♪♫ Meu Deus! Meu Deus! Se eu chorar não leve a mal. Pela luz do candeeiro, liberte o cativeiro social. Não sou escravo de nenhum senhor. Meu Paraíso é meu bastião. Meu Tuiuti o quilombo da favela é sentinela da libertação ♬ ♪#ParaísoTuiuti  ecoando o grito do POVO brasileiro. A campeã dos nos nossos corações e, o mais importante, já entrou pra história. 👏❤
"Tantos! [momentos marcantes da minissérie #AMuralha #TVGlobo 2000] Mas há uma cena em especial, certamente uma das melhores coisas que já escrevi para a televisão: um embate entre padre Miguel (#MatheusNachtergaele) e padre Simão (#PauloJosé). Padre Miguel, apaixonado pela índia Moatira (#MariaMaya), ao vê-la morta, faz inúmeras reflexões sobre sua missão de catequese ao padre Simão. Ele, que chegou à Terra de Santa Cruz imbuído da missão evangelizadora, se dá conta do dano que a fé pode causar em uma comunidade indígena. Foi um belo embate entre os dois." #MariaAdelaideAmaral | Autores - Histórias da Teledramaturgia
"Tantos! [momentos marcantes da minissérie #AMuralha  #TVGlobo  2000] Mas há uma cena em especial, certamente uma das melhores coisas que já escrevi para a televisão: um embate entre padre Miguel (#MatheusNachtergaele ) e padre Simão (#PauloJosé ). Padre Miguel, apaixonado pela índia Moatira (#MariaMaya ), ao vê-la morta, faz inúmeras reflexões sobre sua missão de catequese ao padre Simão. Ele, que chegou à Terra de Santa Cruz imbuído da missão evangelizadora, se dá conta do dano que a fé pode causar em uma comunidade indígena. Foi um belo embate entre os dois." #MariaAdelaideAmaral  | Autores - Histórias da Teledramaturgia
"Uma mulher muito fria, com desempenho sutil, como quer o #WalterAvancini [diretor geral da minissérie #AvenidaPaulista, da #TVGlobo]. Aliás, ele quer mesmo é a desdramatização. Uma loucura! Sou dramática, teatral, anárquica. Meus gestos são exagerados, nada em mim tem meios-tons, tudo é vermelho, explosivo. De outras vezes, Avancini aproveitou isso em benefício do texto; agora, quer exatamente o contrário: atitudes comedidas, gestos tranquilos, uma interpretação que beira mais o cinema do que o teatro", explica #DinaSfat ao repórter Alberto Beuttenmuller, do Jornal do Brasil (09/05/1982). P.S. #PauloGorgulho numa primeira aparição na telinha.
"Uma mulher muito fria, com desempenho sutil, como quer o #WalterAvancini  [diretor geral da minissérie #AvenidaPaulista , da #TVGlobo ]. Aliás, ele quer mesmo é a desdramatização. Uma loucura! Sou dramática, teatral, anárquica. Meus gestos são exagerados, nada em mim tem meios-tons, tudo é vermelho, explosivo. De outras vezes, Avancini aproveitou isso em benefício do texto; agora, quer exatamente o contrário: atitudes comedidas, gestos tranquilos, uma interpretação que beira mais o cinema do que o teatro", explica #DinaSfat  ao repórter Alberto Beuttenmuller, do Jornal do Brasil (09/05/1982). P.S. #PauloGorgulho  numa primeira aparição na telinha.
#Dinastia (The CW / Netflix) é folhetim dos bons. E assume ser. Neste recorte de uma cena (honestamente despretensiosa) da série americana, uma nítida referência ao texto de #SilviodeAbreu em #RainhadaSucata (#TVGlobo 1990). Impossível não lembrar do suicídio de Laurinha (#GlóriaMenezes) para desgraçar a vida de Maria do Carmo (#ReginaDuarte). Ah, é sempre melhor assistir aos episódios com áudio original.
#Dinastia  (The CW / Netflix) é folhetim dos bons. E assume ser. Neste recorte de uma cena (honestamente despretensiosa) da série americana, uma nítida referência ao texto de #SilviodeAbreu  em #RainhadaSucata  (#TVGlobo  1990). Impossível não lembrar do suicídio de Laurinha (#GlóriaMenezes ) para desgraçar a vida de Maria do Carmo (#ReginaDuarte ). Ah, é sempre melhor assistir aos episódios com áudio original.
Agora são todos saudosos: #CarlosAugustoStrazzer, #OswaldoLoureiro, #LaerteMorrone, #JohnHerbert e #JorgeDória, os conselheiros de Avilan. A propósito, saudade também do texto atualíssimo do mestre #CassianoGabusMendes. #QueReiSouEu? #TVGlobo 1989
Muito bom ver a dona #RuthdeSouza, no auge dos 96 anos, novamente concentrada no estudo de texto de teledramaturgia. Sua volta à telinha será em #SeEuFecharOsOlhosAgora, minissérie da #TVGlobo. Madalena, sua personagem, foi escrita especialmente para a atriz pelo autor #RicardoLinhares. A previsão de estreia é para 2019. Foto: Dani Ornellas.
Muito bom ver a dona #RuthdeSouza , no auge dos 96 anos, novamente concentrada no estudo de texto de teledramaturgia. Sua volta à telinha será em #SeEuFecharOsOlhosAgora , minissérie da #TVGlobo . Madalena, sua personagem, foi escrita especialmente para a atriz pelo autor #RicardoLinhares . A previsão de estreia é para 2019. Foto: Dani Ornellas.
"Esquadrão da morte, máfia de filmes eróticos, paranormalidade, humor, amor e ação. Esta é a receita da #TVManchete para dar a partida do novo projeto de novelas depois do fracasso de #TudoouNada e #ManiadeQuerer. #CorpoSanto, de #JoséLouzeiro [RIP], estréia com um elenco que inclui #ChristianeTorloni, #ReginaldoFaria, #LídiaBrondi, participações especiais de #MaitêProença e #JoséWilker. 'Vamos mostrar com este trabalho que podemos fazer coisas tão boas quanto qualquer outra emissora', aposta o diretor-geral da Manchete, #RubensFurtado. A história gira em torno de Simone (Torloni), viúva, mãe de Lucinha (#SílviaBuarque), que se apaixona por Téo (Faria) sem saber que ele está envolvido com a máfia de contrabandistas de vídeos e de produção de filmes eróticos. Lucinha acaba sendo obrigada pelo próprio Téo e sua gangue a participar de um destes filmes. Mas os bandidos da história têm uma surpresa. Na gravação não aparece o corpo de Lucinha, uma paranormal. Daí o título da novela. Lembrando seus 20 anos de repórter policial, Louzeiro, roteirista de Lúcio Flávio, Passageiro da Agonia, Pixote, e O Homem da Capa Preta, criou Bárbara Diniz (Brondi), que tenta desvendar os mistérios da poderosa máfia de Grego (#SérgioViotti). E ela quem tenta descobrir os policiais do esquadrão da morte. Com muito tiroteio, crimes e a divisão entre policiais honestos e desonestos, Louzeiro estréia em televisão. Ele divide os capítulos com #CláudioMcDowell e #ElianeGarcia. 'Cada um escreve dois capítulos e uma vez por semana nos reunimos para discutir os rumos da história', explica Louzeiro que vem trabalhando cinco dias por semana na novela. Às segundas e quartas-feiras ele se dedica ao sindicato dos escritores, do qual é presidente. Ninguém na Manchete fala em concorrer com a #Globo. Furtado diz que quer mostrar ao público e aos anunciantes que a emissora está bem equipada e com bons atores em condições de fazer uma novela de alto nível. Wilker, ex-ator da Globo e diretor do departamento de novelas da Manchete, não quer nem ouvir falar na concorrente. 'Não me interessa competir com a Globo, ou tentar imitar o trabalho que eles fazem'." Por Márcia Vieira | Jornal do Brasil (29/03/1987)
"Esquadrão da morte, máfia de filmes eróticos, paranormalidade, humor, amor e ação. Esta é a receita da #TVManchete  para dar a partida do novo projeto de novelas depois do fracasso de #TudoouNada  e #ManiadeQuerer . #CorpoSanto , de #JoséLouzeiro  [RIP], estréia com um elenco que inclui #ChristianeTorloni , #ReginaldoFaria , #LídiaBrondi , participações especiais de #MaitêProença  e #JoséWilker . 'Vamos mostrar com este trabalho que podemos fazer coisas tão boas quanto qualquer outra emissora', aposta o diretor-geral da Manchete, #RubensFurtado . A história gira em torno de Simone (Torloni), viúva, mãe de Lucinha (#SílviaBuarque ), que se apaixona por Téo (Faria) sem saber que ele está envolvido com a máfia de contrabandistas de vídeos e de produção de filmes eróticos. Lucinha acaba sendo obrigada pelo próprio Téo e sua gangue a participar de um destes filmes. Mas os bandidos da história têm uma surpresa. Na gravação não aparece o corpo de Lucinha, uma paranormal. Daí o título da novela. Lembrando seus 20 anos de repórter policial, Louzeiro, roteirista de Lúcio Flávio, Passageiro da Agonia, Pixote, e O Homem da Capa Preta, criou Bárbara Diniz (Brondi), que tenta desvendar os mistérios da poderosa máfia de Grego (#SérgioViotti ). E ela quem tenta descobrir os policiais do esquadrão da morte. Com muito tiroteio, crimes e a divisão entre policiais honestos e desonestos, Louzeiro estréia em televisão. Ele divide os capítulos com #CláudioMcDowell  e #ElianeGarcia . 'Cada um escreve dois capítulos e uma vez por semana nos reunimos para discutir os rumos da história', explica Louzeiro que vem trabalhando cinco dias por semana na novela. Às segundas e quartas-feiras ele se dedica ao sindicato dos escritores, do qual é presidente. Ninguém na Manchete fala em concorrer com a #Globo . Furtado diz que quer mostrar ao público e aos anunciantes que a emissora está bem equipada e com bons atores em condições de fazer uma novela de alto nível. Wilker, ex-ator da Globo e diretor do departamento de novelas da Manchete, não quer nem ouvir falar na concorrente. 'Não me interessa competir com a Globo, ou tentar imitar o trabalho que eles fazem'." Por Márcia Vieira | Jornal do Brasil (29/03/1987)
"Será que a TV perdeu aquele glamour do tempo em que as atrizes disputavam o papel principal de uma novela? #GiuliaGam, #CláudiaAbreu, #MaluMader e #LetíciaSabatella recusaram o convite para viver Linda Inês, a heroína de #FerFerida, próxima novela de #AguinaldoSilva. Mas, vencida pelo cansaço, Giulia resolveu assinar o contrato. Finalmente, 15 dias após ter recusado o convite para viver Linda, Giulia voltou atrás diante da gentil insistência de #PauloUbiratan e #DenisCarvalho. 'Eu sempre sofro muito para decidir fazer uma novela. É um compromisso, sem segurança de nada, com um público de 150 milhões de pessoas. Eu sabia que o Aguinaldo havia pensado em mim para o papel, mas o que aconteceu foi que no mesmo dia em que a #Globo me chamou eu recebi a resposta do Banco do Brasil se comprometendo com um projeto de teatro com o qual eu sonhava há anos. Imaginei que se eu perdesse essa novela uma outra oportunidade iria surgir. A não ser que eles me pressionassem e dissessem: 'Agora chega Giulia!' Mas eu não sofri pressão alguma. Apenas vi que o tempo ia passando, ninguém aceitava a personagem e comecei a considerar pelo lado supersticioso, que aquele papel tinha mesmo que ser meu', lembra a atriz. 'Me prometeram montar um esquema de gravação que facilitasse os ensaios da peça, pois como há muitos núcleos a serem explorados na história, a minha personagem não precisará carregar a novela nas costas', afirma Giulia.
'Fiquei imaginando que em a novela com #JucadeOliveira, #JoséWilker, #LimaDuarte e tantos atores e personagens fortes, o papel da mocinha corria o risco de ser o da grande chata'. 'Essa espera pela escalação do elenco é angustiante, porque você não tem como imaginar a personagem. Antigamente não era assim. Foi graças à própria TV que os atores ficaram populares a ponto de se tornarem independentes fazendo teatro. Desde o início pensei em Giulia e no #EdsonCelulari para o casal principal. Ela pode ficar descansada porque eu não pretendo fazer a heroína tradicional. A Linda Inês é a personagem menos sonhadora da cidade, ela bota pra quebrar', garante Aguinaldo." Por Mônica Soares | Jornal do Brasil (09/10/1993)
"Será que a TV perdeu aquele glamour do tempo em que as atrizes disputavam o papel principal de uma novela? #GiuliaGam , #CláudiaAbreu , #MaluMader  e #LetíciaSabatella  recusaram o convite para viver Linda Inês, a heroína de #FerFerida , próxima novela de #AguinaldoSilva . Mas, vencida pelo cansaço, Giulia resolveu assinar o contrato. Finalmente, 15 dias após ter recusado o convite para viver Linda, Giulia voltou atrás diante da gentil insistência de #PauloUbiratan  e #DenisCarvalho . 'Eu sempre sofro muito para decidir fazer uma novela. É um compromisso, sem segurança de nada, com um público de 150 milhões de pessoas. Eu sabia que o Aguinaldo havia pensado em mim para o papel, mas o que aconteceu foi que no mesmo dia em que a #Globo  me chamou eu recebi a resposta do Banco do Brasil se comprometendo com um projeto de teatro com o qual eu sonhava há anos. Imaginei que se eu perdesse essa novela uma outra oportunidade iria surgir. A não ser que eles me pressionassem e dissessem: 'Agora chega Giulia!' Mas eu não sofri pressão alguma. Apenas vi que o tempo ia passando, ninguém aceitava a personagem e comecei a considerar pelo lado supersticioso, que aquele papel tinha mesmo que ser meu', lembra a atriz. 'Me prometeram montar um esquema de gravação que facilitasse os ensaios da peça, pois como há muitos núcleos a serem explorados na história, a minha personagem não precisará carregar a novela nas costas', afirma Giulia. 'Fiquei imaginando que em a novela com #JucadeOliveira , #JoséWilker , #LimaDuarte  e tantos atores e personagens fortes, o papel da mocinha corria o risco de ser o da grande chata'. 'Essa espera pela escalação do elenco é angustiante, porque você não tem como imaginar a personagem. Antigamente não era assim. Foi graças à própria TV que os atores ficaram populares a ponto de se tornarem independentes fazendo teatro. Desde o início pensei em Giulia e no #EdsonCelulari  para o casal principal. Ela pode ficar descansada porque eu não pretendo fazer a heroína tradicional. A Linda Inês é a personagem menos sonhadora da cidade, ela bota pra quebrar', garante Aguinaldo." Por Mônica Soares | Jornal do Brasil (09/10/1993)
"Primeiro foi só uma pontinha de vontade. De repente, o clique: tem que ser agora. E #MarcosPaulo e #DenisCarvalho saíram de trás das câmaras para mostrar suas caras no vídeo na novela #BregaeChique, da #TVGlobo. [...] Desde 78 Marcos Paulo vem se dedicando mais à direção. [...] Como ator, seu último personagem foi na novela #SinháMoça, da Globo, que terminou em fevereiro deste ano. Seu projeto então era dirigir a novela #OOutro, na mesma emissora, mas estava sem descansar há três ou quatro anos. 'Os 20 dias de férias não foram suficientes e o stress era inevitável, vi que não poderia me dar por inteiro à direção e que o trabalho não ficaria legal. Resolvi passar a bola para o #GonzagaBlota, que por sua vez já passou para outro diretor', desabafa. A princípio pintou a chance de fazer um personagem em O Outro, que agora está sendo interpretado por #HersonCapri, mas o ator se empolgou mesmo foi com o papel de Luiz Paulo, de Brega & Chique. 'É a primeira vez que trabalho com o #CassianoGabysMendes e é também a primeira comédia em que atuo. Na verdade é o desafio que estava precisando em minha carreira de ator', celebra Marcos Paulo. Para Denis Carvalho, afastado do vídeo há sete anos - seu último papel foi o Inácio, em #Brilhante, na Globo -, este retorno pinta como uma renovação em sua carreira. 'Vinha dirigindo novelas este tempo todo, mas o ator está dentro de mim, não acaba. É como o sangue que circula na veia da gente. Chega uma hora em que é preciso colocar esta emoção pra fora, e tinha que ser agora, com o Baltazar de Brega & Chique, escrito justamente pelo Cassiano, que me lançou em 68, junto com o #TonyRamos', conta. [...] O fato de ter #JorgeFernando como diretor em Brega e Chique tem sido estimulante para ambos. Os três são amigos e fazem desta experiência uma curtição. [...] Duro mesmo, segundo Denis e Marcos, é segurar a coceira que dá na ponta da língua com aquela vontade de opinar em algumas cenas da novela. 'Mas, se a gente fala, é numa boa, e Jorginho até troca ideias', assegura Marcos." Trechos da entrevista feita pela jornalista Helena Tavares para o Jornal do Brasil (17/05/1987).
"Primeiro foi só uma pontinha de vontade. De repente, o clique: tem que ser agora. E #MarcosPaulo  e #DenisCarvalho  saíram de trás das câmaras para mostrar suas caras no vídeo na novela #BregaeChique , da #TVGlobo . [...] Desde 78 Marcos Paulo vem se dedicando mais à direção. [...] Como ator, seu último personagem foi na novela #SinháMoça , da Globo, que terminou em fevereiro deste ano. Seu projeto então era dirigir a novela #OOutro , na mesma emissora, mas estava sem descansar há três ou quatro anos. 'Os 20 dias de férias não foram suficientes e o stress era inevitável, vi que não poderia me dar por inteiro à direção e que o trabalho não ficaria legal. Resolvi passar a bola para o #GonzagaBlota , que por sua vez já passou para outro diretor', desabafa. A princípio pintou a chance de fazer um personagem em O Outro, que agora está sendo interpretado por #HersonCapri , mas o ator se empolgou mesmo foi com o papel de Luiz Paulo, de Brega & Chique. 'É a primeira vez que trabalho com o #CassianoGabysMendes  e é também a primeira comédia em que atuo. Na verdade é o desafio que estava precisando em minha carreira de ator', celebra Marcos Paulo. Para Denis Carvalho, afastado do vídeo há sete anos - seu último papel foi o Inácio, em #Brilhante , na Globo -, este retorno pinta como uma renovação em sua carreira. 'Vinha dirigindo novelas este tempo todo, mas o ator está dentro de mim, não acaba. É como o sangue que circula na veia da gente. Chega uma hora em que é preciso colocar esta emoção pra fora, e tinha que ser agora, com o Baltazar de Brega & Chique, escrito justamente pelo Cassiano, que me lançou em 68, junto com o #TonyRamos ', conta. [...] O fato de ter #JorgeFernando  como diretor em Brega e Chique tem sido estimulante para ambos. Os três são amigos e fazem desta experiência uma curtição. [...] Duro mesmo, segundo Denis e Marcos, é segurar a coceira que dá na ponta da língua com aquela vontade de opinar em algumas cenas da novela. 'Mas, se a gente fala, é numa boa, e Jorginho até troca ideias', assegura Marcos." Trechos da entrevista feita pela jornalista Helena Tavares para o Jornal do Brasil (17/05/1987).
25 anos sem #DanielaPerez! Neste vídeo, a homenagem póstuma que parte do elenco da novela #DeCorpoeAlma (#TVGlobo - 1992) prestou à atriz. #Saudade
#AracyCardoso, havia mais de 50 anos, respondia por outros tantos nomes, vivia outras tantas personas: Blanche (Anastácia, a mulher sem destino); Lisa (#FogoSobreTerra); Filoca (#VejoaLuanoCéu); Madalena (#ÀSombradosLaranjais); Dalva (#Nina); Vilma (#ÁguaViva); Anita (#OAmoréNosso); Augusta (#FinalFeliz); Cláudia (#OHomemProibido); Zazá (#AGataComeu); Irene (#SelvadePedra); Flora (#Mandala); Leocádia (#Salomé); Celinha (#DeCorpoEAlma); Jandira (#AgoraÉQueSãoElas); Alda (#DonaXepa)... A veterana, que morreu nesta terça-feira (26), no Rio de Janeiro, estava com 80 anos.
#AracyCardoso , havia mais de 50 anos, respondia por outros tantos nomes, vivia outras tantas personas: Blanche (Anastácia, a mulher sem destino); Lisa (#FogoSobreTerra ); Filoca (#VejoaLuanoCéu ); Madalena (#ÀSombradosLaranjais ); Dalva (#Nina ); Vilma (#ÁguaViva ); Anita (#OAmoréNosso ); Augusta (#FinalFeliz ); Cláudia (#OHomemProibido ); Zazá (#AGataComeu ); Irene (#SelvadePedra ); Flora (#Mandala ); Leocádia (#Salomé ); Celinha (#DeCorpoEAlma ); Jandira (#AgoraÉQueSãoElas ); Alda (#DonaXepa )... A veterana, que morreu nesta terça-feira (26), no Rio de Janeiro, estava com 80 anos.
Não bastasse a censura velada, agora a dramaturgia da emissora tem que lidar com a ditadura devassada? Em que ano estamos, #TVRecord?
Não bastasse a censura velada, agora a dramaturgia da emissora tem que lidar com a ditadura devassada? Em que ano estamos, #TVRecord ?
"Um amigo quis saber a que eu atribuo o extraordinário sucesso da #TVGlobo durante as últimas décadas. Minha resposta: certamente há muitas razões mas a principal delas, a que está na origem, a fundamental, é que o #RobertoMarinho e seus filhos nunca se meteram nas novelas. Como 70 por cento do faturamento da Globo vem das novelas, a coisa deu certo. E continua dando", publicou nas redes sociais, nesta quarta-feira (13), o novelista #MarcílioMoraes, atualmente contratado da #RecordTV.
"Um amigo quis saber a que eu atribuo o extraordinário sucesso da #TVGlobo  durante as últimas décadas. Minha resposta: certamente há muitas razões mas a principal delas, a que está na origem, a fundamental, é que o #RobertoMarinho  e seus filhos nunca se meteram nas novelas. Como 70 por cento do faturamento da Globo vem das novelas, a coisa deu certo. E continua dando", publicou nas redes sociais, nesta quarta-feira (13), o novelista #MarcílioMoraes , atualmente contratado da #RecordTV .